Trekking em Caviahue

Para qualquer tipo de caminhada que faça, recomendamos seguir as seguintes instruções:

1. informe-se sobre as condições do clima no dia anterior ao iniciar a atividade.

2. obtenha e estude um mapa da zona a percorrer.Leve-o com você

3. avise a conhecidos, no lugar onde se hospeda ou oficio de turismo sobre a atividade que empreenderá e a hora estimada em que estará de regresso.

4. sempre leve comida, bebida e agasalho ( jaqueta isolante, polar e/ou casaco impermeável contra vento). Leve agasalho ainda que estejam previstas temperaturas altas. O clima nas montanhas costuma mudar muito rápido.

5. use calçado adequado à sua atividade

6. sempre comece a atividade de manhã cedinho

7. regresse com TODOS os seus resíduos e jogue-os no lixo

8. ao calcular o tempo total do percurso leve em conta tanto o tempo que levará a ida como a volta. Sempre inicie o regresso calculando chegar ao seu lugar de partida antes do anoitecer.

9. Uma vez de regresso, informe isso às pessoas onde reportou sua atividade ( conhecidos, lugar onde se hospedou e oficio de turismo.)


El lago Caviahue y su belleza - Foto: Leo Becari


Laguna Escondida

Percorre-se a pé um caminho em direção ao oeste que se eleva por una série de terraços de basalto. Poderá desfrutar distintas vistas panorâmicas observando os vales do rio Dulce (direita), rio Agrio (esquerda) e de Caviahue (à frente), além de chegar à lagoa Escondida.

Recomendamos continuar o seguinte percurso: Em Caviahue vá pela Rua 8 de Abril até chegar ao Hotel ISSN. Depois, continue descendo pela Rua 8 de Abril até chegar ao cruzamento com a Rua Volcán Copahue, onde deverá virar à esquerda e andar uns150m até chegar a um importante complexo de cabanas. Exatamente atrás deste complexo, grudado à montanha encontrará o início do caminho sinalizado com um tronco que indica com uma flecha amarela o sentido do percurso.


Laguna Escondida - Foto: Osvaldo Gagliardi


Cascadas del Río Agrio

Desde Caviahue à direita, pela RP 26 se percorre 500 metros atravessando a ponte sobre o rio Agrio, subindo um trecho de terra que vai contornando as cascatas: Do Basalto (3 m), Cabellera de la Virgen (20 m), da Culebra (4 m) e do Gigante. Esta última se caracteriza por ter dois saltos médios divididos por um bloco de basalto que se assemelha a um rosto de perfil, e por uma esplêndida vista do Volcán Copahue.


Cascada del Basalto - Foto: Argentour.com


Caminho ao Hito Paso Copahue

Este é um percurso pedestre, que leva até um dos marcos, o do Paso Copahue, que demarca e estabelece a divisão territorial entre a Argentina e o país vizinho Chile. Durante seu percurso, você poderá ter magníficas vistas panorâmicas da vila de Copahue, Lagoas Las Mellizas e o Volcán Copahue.

Saindo desde Copahue dirija-se ao final da Rua Arturo Fernández. Desde este ponto o percurso pode ser feito somente a pé ou a cavalo. Depois se deve andar por um caminho de aproximadamente 500m. Desde este ponto, olhando em direção ao este se tem uma excelente vista panorâmica de Copahue em sua totalidade. Continuando em linha reta percorrendo aproximadamente 1 km até chegar a um ponto onde se aprecia uma das Lagoas Las Mellizas, e a encosta norte do Volcán Copahue; ali começa a descida até o Vale de Trapa-Trapa. Transitando 1,2 km em direção noroeste, e depois de passar por um setor com pastos úmidos e verdes, chega ao Marco Copahue ou Paso fronterizo (não habilitado para o cruzamento).


Hito límite con Chile - Foto: Alejandra Melideo


Lagoa Hualcupén

Os bosques próximos de pinheiros e carvalhos, a tranquilidade das suas águas e sua localização encaixada em um vale dão um marco de importante beleza paisagística. Em sua margem oriental há uma cálida prainha de arena vulcânica e ao oeste uma bela cascata de água de degelo. As Lagoas Hualcupén e Coliqueo são os lugares prediletos em Caviahue, especialmente para a prática de atividades desportivas como a pesca e canoagem.

Está localizada ao sudeste de Caviahue, em terras pertencentes às Comunidades Mapuches Millaín Currical e Guaiquillán, por isso durante o caminho de acesso à lagoa você verá as barracas das famílias que moram ali durante os meses de verão.

Desde Caviahue, pega a RP 26, em direção à localidade vizinha de Loncopué. Passará pela rodovia asfaltada uns 5 km até visualizar a sua direita a placa que indica o acesso à lagoa. Vire à direita e atravesse o portão. Desde este ponto até a costa da lagoa há 8 km.


Laguna Hualcupén - Foto: Alejandra Melideo


Lagoa e Cratera do Volcán Copahue

Dura o dia inteiro e começa desde a base do vulcão em veículo e a partir dali inicia-se uma caminhada até o topo da cratera, localizado a 2750 metros acima do nível do mar, ainda em atividade. A medida que se sobe, observa-se uma vista esplêndida do Lago Caviahue e lagoas circundantes. Uma vez lá em cima, pode apreciar a Cordilheira dos Andes em todo seu esplendor e os vulcões Lanín, Domuyo e Antuco.

Ao chegar ao enorme círculo da cratera, com seu glaciar de neves eternas, impressionam as paredes íngremes. De dentro e a grande profundidade se percebe a fumaça, o vapor e um forte cheiro de enxofre. Esta cratera se originou como resultado da atividade vulcânica pós-glacial e se encontra ocupada por uma lagoa de 2 a 3 hectares de extensão, alimentada por precipitações e águas de degelo. As emanações gasosas esquentam as águas da lagoa a temperaturas que oscilam entre 20 e 40 graus e a carregam de gases e substâncias minerais, dando assim um alto grau de acidez. A lagoa desemboca em direção ao este, dando origem ao rio Agrio.


Cráter del Volcán Copahue - Foto: Leo Becari


Outros Caminhos

Através de agências de viajes locais podem-se realizar as seguintes caminhadas: subida ao Cerro Pirámide, travessia da Cordilheira dos Andes com barraca e comida que inclui Paso Pucón Mahuida e Paso Copahue


Lengas camino a la Laguna Hualcupén - Foto: Gerardo Franchi



O QUE VISITAR EN Neuquén